Novidades no Aimsun Next 8.32018-10-11T11:14:43+00:00

Novidades no Aimsun Next 8.3

A versão mais recente do Aimsun Next (versão 8.3, lançada em 7 de setembro de 2018) inclui melhorias significativas no software de modelagem de tráfego Aimsun Next, tanto nos níveis de modelagem quanto de plataforma. Este é um guia rápido para os principais destaques, seguido por um detalhamento de todos os aprimoramentos e novos recursos – você também pode ler isso no próprio software Aimsun Next – basta procurar o Guia de Novos Recursos após a instalação.

Download Aimsun Next 8.3

Os titulares de uma licença Aimsun Next cujo SUS estava válido em maio de 2018 ou posterior podem baixar o Aimsun Next 8.3 aqui. Para mais informações, por favor contacte-nos em aimsun@fratar.com.br.

Destaques

O Aimsun Next 8.3 foi desenvolvido com foco na melhoria do desempenho de todas as execuções do modelo, enriquecendo as ferramentas para a preparação da demanda de tráfego e removendo algumas restrições ao executar a microssimulação com pedestres.

Melhorias na Performance

  • Uso de vários threads na simulação mesoscópica para um tempo de execução mais rápido
  • Tamanho do arquivo APA reduzido para gravação e recarregamento mais rápidos
  • Tempos computacionais reduzidos de DUE
  • Experimentos de ajuste de OD mais rápidos para ajuste de matriz estático e dinâmico, partida, e perfilamento de horário de partida

Supernós

Aimsun 8.3: supernodes

Supernós foram modificados para extender suas funcionalidades:

  • A Interface do Usuário foi aprimorada
  • Dados reais para trajetórias do Supernó podem ser importados como contagens de movimentos para um Supernó e usados na validação
  • Saídas para trajetórias do Supernó estão disponíveis em simulações dinâmicas, fornecendo contagens de caminho e movimentos para movimentos compostos
  • Ajuste de OD usa dados de contagem de movimentos de Supernós importados no Conjunto de Dados Reais

Reprogramação Dinâmica do Tempo de Partida OD

Foi fornecido um novo experimento de reprogramação de tempo de partida do OD dinâmico. Este ajuste realiza o pico de propagação para simular os motoristas mudando seu horário de partida para atingir o mesmo horário de chegada, conforme aumenta o congestionamento na rede rodoviária. O ajuste é baseado no algoritmo HADES (Heterogeneous Arrival and Departure Times com Equilibrium Scheduling), que foi desenvolvido por Mott Mac Donald em nome do Departamento de Transporte do Reino Unido. O algoritmo estima um novo horário de partida com base no custo percebido para alcançar um destino fora do período de tempo de chegada previamente experimentado.

Aimsun 8.3: Departure Time ChoiceEscolha do horário de partida

Ajuste de OD por grupo de faixa

Se os detectores ou estações de detecção estiverem próximos ao final da seção e cobrem um grupo de faixas que corresponde à um movimento ou um grupo de movimentos, o ajuste associa os dados reais à estes movimentos, em vez de extrapolar para a seção, fazendo um uso melhor das informações que você fornece.

Relatórios/Resultados

Modelo de Emissões de Londres (LEM)

Aimsun 8.3: London Emissions ModelModelo de Emissões de Londres

O London Emissions Model (LEM) é um novo modelo de emissões mesoscópicas desenvolvido em colaboração com a Transport for London (TfL) em resposta a observações de que modelos de velocidade média tendem a subestimar emissões em baixas velocidades e que esta variabilidade na atividade dos veículos significam que as predições baseadas nas velocidades médias de link em links curtos ou por períodos curtos de tempo apresentavam incerteza significativa. A abordagem do modelo LEM é derivar as emissões para veículo individual usando sua velocidade média em um conjunto de micro viagens que formam toda a sua jornada. Uma micro viagem é definida como um segmento da viagem em que a velocidade aumenta de estacionária para > 5 km/h e volta para estacionária como ilustrado abaixo em um gráfico típico de velocidade vs tempo em um ciclo de condução urbana.

LEM micro tripsViagens Micro LEM

O LEM foi calibrado em 2017 usando medições realizadas em Londres.

Exibição Detalhada do Nó

A Visão Detalhada do Nó foi revisada para melhorar a visualização dos dados de volume, contagem e fluxo atribuídos para um nó.

Seleção de Saída de Subcaminho

Os subcaminhos são capazes de filtrar as saídas que eles coletam para selecionar apenas os veículos em uma seleção de rotas de transporte público.

Gerenciamento de Tráfego

Atribuição de Rota Forçada

A opção Reavaliar quando o tempo de viagem é atualizado na ação Atribuição de rota forçada faz com que os veículos que já foram afetados pela ação de rota considerem novamente a opção de rota se uma atualização de caminhos do DTA ocorrer enquanto estão na seção onde a ação ocorre.

Movimento Forçado

Para cada seção de destino em uma ação Movimento Forçado agora é possível especificar mais de um subcaminho com a proporção de veículos para segui-lo.

Simulador Microscópico

Desacoplamento do Timestep de Simulação de Veículos e Pedestres

Decoupling of the Vehicle and Pedestrian Simulation TimestepTimesteps Flexíveis

Agora você não está limitado a usar um intervalo de tempo de 0,6 segundos quando simulando usando o Legion for Aimsun. O Legion for Aimsun ainda usará um timestep fixo de 0,6 segundos, mas o modelo de microssimulação que hospeda os pedestres do Legion agora pode ser configurado para usar qualquer duração de passo de tempo que você desejar.

Simulação de Pedestres Legion for Aimsun

O plugin foi atualizado para trabalhar com o Legion Spaceworks 6.5.2.

Simulador Mesoscópico

Simulação Mesoscópica Multi-threaded

Simulação mesoscópica é agora capaz de usar vários threads em uma CPU e, portanto, rodar mais rápido em grandes modelos. O número de processadres é especificado no experimento mesoscópico.

Simulação Mesocópica de DUE sem Propagação de Fila

Em um resultado DUE, há uma opção para desabilitar a propagação da fila. Isso tem o efeito de dar seções viárias um espaço de armazenamento infinito e impede a propagação de fila. Esta opção destina-se a ser usada em uma execução preliminar de DUE destinada a produzir um arquivo APA para iniciar um processo DUE. Se um DUE for executado sem um arquivo de caminho de entrada, a saturação excessiva em algumas seções provavelmente causará bloqueios de rede que distorcem o cálculo do caminho em iterações posteriores. Desabilitando a propagação de filas, esta opção previne bloqueios e, portanto, permite que um DUE de inicialização a frio encontre caminhos razoáveis para serem alimentados em uma execução DUE sem essa opção. Essa opção deve ser usada apenas para preparar um conjunto inicial de caminhos e não para produzir resultados finais.

Simulador Híbrido

Estado inicial para Simulações Híbridas

Um estado inicial pode ser salvo e usado para inicializar um experimento de simulação híbrida.

Atribuição Dinâmica

Intervalos de Escolha da Rota

Na atribuição dinâmica, o tempo de ciclo define com que frequência os custos do caminho são computados novamente e um conjunto diferente de caminhos é fornecido aos veículos que partem durante o intervalo seguinte. As mudanças nos custos do caminho e, portanto, as mudanças no conjunto de opções de caminho serão maiores durante os períodos de pico do que nos períodos fora de pico, portanto o tempo de ciclo deve ser menor durante os períodos de pico do que nos períodos fora de pico.

A opção Seleção de rota com perfil permite que os intervalos de rotas sejam agrupados e os custos do caminho sejam avaliados em intervalos menos freqüentes quando há menos variação no congestionamento e, portanto, menos necessidade de recalcular os custos do caminho e variar a escolha do caminho.

Interface do Usuário

Estações de Detecção

Uma Estação de Detecção é um conjunto definido de detectores em uma única seção usada para agregar estatísticas automaticamente a partir deles. Os dados para estações de detecção podem ser importados para um Conjunto de Dados Real e usados como se representassem um detector. As estações de detecção têm dois objetivos principais:

  • Ajuste da Demanda: Internamente, este procedimento usa dados reais para toda a seção ou conjunto de movimentos. Criando estações de detecção, é possível fornecer um conjunto de dados real por faixa e permitir que o Aimsun Next agregue a contagem em tempo real durante o ajuste.
  • Validação dos Resultados: estações de detecção podem ser usadas para validar o modelo a nível de seção (ou grupo de faixas) mesmo ao fornecer um conjunto de dados real por faixa

Aimsun 8.3: Detector Station EditorEditor de Estação de Detecção

Editor de Configuração de Geometria

Um filtro no Editor de Configuração de Geometria foi implementado para ajudar a gerenciar a lista de objetos que existem ou não existem em uma Configuração de Geometria.

Interface do Usuário disponível em Russo

O russo foi adicionado ao software Aimsun Next, além das traduções existentes em espanhol, português e francês.

Interfaces de Controlador Adaptativo

Controlador LISA+

O controlador de semáforos adaptativo Lisa+ controla dinamicamente os semáforos com base nas ações dos veículos que passam por loops de detecção nas proximidades das interseções semaforizadas para otimizar os fluxos de tráfego. Aimsun Next agora é capaz de usar o Controlador Lisa+ para fornecer controle dinâmico de semáforos simulados usando a extensão de Interfaces de Controle Adaptativo.

Interfaces de Otimizadores Semafóricos

Interface SIDRA

O importador/exportador do plano de controle SIDRA existente agora pode exportar a geometria da rede para o SIDRA. Ele também foi atualizado para funcionar com o SIDRA Intersection 8.0.

Dados de Terceiros

WMS (Web Map Service)

O WMS (Web Map Service) é um protocolo para servir imagens de mapas georreferenciados de um servidor. O Aimsun Next agora é capaz de importar imagens WMS para uma nova camada gráfica e exibi-las no modelo de simulação.

Programação

APIs

Funções de Gerenciamento de Tráfego para Re-roteamento de TP

Estão disponíveis funções para gerenciar rotas de transporte público em resposta a incidentes, fazendo alterações na rota para todos os veículos, uma proporção de veículos ou para um veículo específico seguindo essa rota. As alterações são feitas usando novas funções da API

Funções de Gerenciamento de Tráfego para todas as Ações de Gerenciamento de Tráfego

Algumas Ações de Gerenciamento de Tráfego não estavam acessíveis por meio da API. Novas funções foram incluídas no Aimsun Next 8.3 para corrigir isso. As novas funções são:

  • AKIActionAddChangeDestActionByID: Ativa a ação para alterar o centróide de destino
  • AKIActionAddChangeDestParkRideActionByID: Altera o destino de um veículo em uma ação de embarque e desembarque
  • AKIActionAddEnRouteAssignmentAction: Activa uma ação de “atribuição em-rota”

Scripting

A principal mudança no Aimsun 8.3 é a suspensão de todas as diferentes classes de script para fazer os procedimentos de cálculo (simulações dinâmicas, atribuição, ajuste, recuperação de resultados, procedimentos de modelagem de demanda de viagens, etc.).

Essas classes e funções foram substituídas por um mecanismo, chamado Kernel Actions, para os diferentes procedimentos de cálculo (simulações dinâmicas, atribuição, ajuste, procedimentos de modelagem de demanda de viagens, etc.) para fornecer uma interface comum para comandar sua execução.

Nova versão da biblioteca QT

Aimsun Next versão 8.3 usa QT 5.9 nas versões Mac e Linux e QT 5.6 na versão Windows.