Análise de Emissão de Poluentes em Transporte2017-08-22T12:08:37+00:00

ANÁLISE DE EMISSÃO DE POLUENTES EM TRANSPORTE

Nos últimos anos, o setor de transportes tem sido considerado um dos principais responsáveis pela emissão de poluentes na atmosfera, devido principalmente à queima de combustíveis fósseis. Dentre as principais substâncias emitidas destacam-se o dióxido de carbono (CO2), o monóxido de carbono (CO), os óxidos de nitrogênio (NOX) e os materiais particulados (MP). Estas substâncias são extremamente nocivas ao meio ambiente, contribuindo para o agravamento do efeito estufa, do aquecimento global e à saúde, sendo responsável pelo aumento da incidência de doenças cardiorrespiratórias.

O objetivo da Análise de Emissão de Poluentes em Transporte consiste em mensurar a poluição atmosférica provocada pelos sistemas de transportes em determinada região. Esta análise é essencial para a elaboração de relatórios de caráter ambiental, de planejamento urbano e de estudos de viabilidade econômica e técnica de alternativas viárias.

Para a elaboração destes estudos, a Fratar utiliza o software Aimsun, o qual incorpora o modelo de emissão instantânea de poluentes à ferramenta de microssimulação de tráfego. Ao contrário dos modelos estáticos, que se baseiam principalmente em indicadores gerais de tráfego, como velocidade média e distância total percorrida, os modelos de emissão instantânea avaliam os estados de deslocamento dos veículos, como velocidade, aceleração, desaceleração, declive e aclive, permitindo assim avaliar os impactos das reais condições de tráfego, como congestionamentos, por exemplo, no consumo de combustível e na emissão de poluentes.

Ao final da microssimulação, o software fornece um relatório detalhado dos poluentes emitidos em cada trecho e por cada tipo de veículo, segregando-o nas seguintes substâncias:

  • CO2 (dióxido de carbono);
  • NOx (óxidos de nitrogênio);
  • PM (material particulado);
  • VOC (compostos orgânicos voláteis).

Aliar a quantificação de poluentes ao estudo de tráfego permite observar os benefícios que uma alteração no plano de circulação, ou que a implantação de um sistema de transporte em massa com possível redução na demanda de veículos poderia trazer ao meio ambiente.

Estudos assim geralmente proporcionam ao órgão público obter financiamentos com bancos internacionais para a implementação das melhorias sugeridas nos estudos, tendo como contrapartida a redução na emissão dos gases poluentes.

Estudos Realizados

/* DOM event method for passing demo CF7 data */