Project Description

Estudo de tráfego do Rodoanel Mário Covas, em São Paulo e suas respectivas ramificações viárias, com o objetivo de analisar as condições de tráfego futuras, considerando a projeção de tráfego e obras viárias previstas para o trecho analisado.
O estudo abrangeu todo o rodo-anel, desde a ligação norte até o trevo com a Regis Bittencourt, passando pela Bandeirantes, Anhanguera, Castello Branco e Raposo Tavares.

A Fratar participou do estudo em parceria com a Systra.

Neste estudo foram utilizados novos recursos do Aimsun 8.1, como o Nível de Serviço HCM em conjunto com o Modelo de Simulação de Potência de Veículos Pesados em Terrenos Ingrimes TWOPAS.

Estes dois recursos, quando usados de forma conjunta, permitiram modelar de forma fidedigna as principais características do RodoAnel, oferecendo aos Engenheiros um instrumental confiável para testar e propor novos projetos para todas as suas interseções.

Antes de chegar ao nível de simulação microscópica, passou-se pela simulação da rede Macroscópica de toda a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). Extraiu-se a partir desta rede Macroscópica a subárea objeto da microssimulação.

O trabalho permitiu também conhecer os níveis de serviço em cada ponto de observação da ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) para cada ano projetado, considerando ou não a implantação das obras viárias previstas para cada horizonte de tempo. Onde o nível de serviço não atendia o esperado, foram testadas novas intervenções a fim de conhecer a real demanda de investimento a cada ano a fim de se manter dentro das especificações do órgão regulador.